Publicado por: gammaraba | agosto 25, 2011

1° Encontro “Apontando para a Amazônia”

Representantes de Pontões de Cultura da Amazônia se reunem em Belém com representante do Ministério da Cultura .

As Organizações Culturais da Sociedade Civil – proponentes de projetos de Pontão de Cultura junto ao Ministério da Cultura-MinC/Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural -SCDC – com sede e atuação na Amazônia Brasileira, estados do Pará, Amazonas e Roraima –  e a representação Regional Norte do MinC reuniram-se no dia 09 de agosto às 9h, em Belém do Pará, com o objetivo de  dialogar com a SCDC, representada na ocasião por César Piva, coordenador do Programa Cultura Viva, Redes e Mobilização, sobre o conveniamento dos projetos de Pontão selecionados mediante chamada pública Edital de Divulgação nº 04 de  17 de julho de 2009 e  sobre a construção de um plano de cooperação cultural entre  estas Organizações para a Amazônia.

As Organizações destacaram a importância de suas ações locais em rede na construção da cidadania cultural em seus territórios de atuação, com ênfase no seu potencial técnico gerencial, autonomia e articulação e mobilização de redes em cooperação cultural pró Amazônia. Expuseram inquietações e angústias referentes a atual situação do Programa Cultura Viva, criado pelo governo Lula ressaltando a importância do Programa no processo de construção das relações entre governo e sociedade, do fortalecimento da autonomia e do protagonismo social.

Piva reforçou que a atual gestão da Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural/MINC deseja avançar nas relações com as organizações culturais em busca da gestão compartilhada e dos caminhos para a construção efetiva de uma política cultural voltadas para as macro regiões brasileiras, no entanto afirma as dificuldades que a nova gestão do MinC vivencia em função de cortes orçamentários 2011 e dificuldades de ordem jurídicas que poderão inviabilizar o conveniamento dos Pontões de Cultura.

Representantes dos pontões de cultura e do ministério durante reunião em Belém.

 De acordo com Deize Botelho, gestora cultural, coordenadora de gestão e projetos integrados do Galpão de Artes de Marabá-GAM, ponto de cultura conveniado à Secretaria Estadual de Cultura do Pará; e do projeto de Pontão Pororoca da Cidadania aprovado no referido Edital para o desenvolvimento de ações culturais no sul e sudeste do Pará, ressaltou que o Encontro resultou em importantes encaminhamentos que fortalecem o diálogo entre governo e sociedade rumo a construção de uma política cultural para Amazônia, no entanto lamenta a situação atual dos projetos vinculados ao Programa Cultura Viva que desde do inicio da nova gestão do MINC vem sendo alvo dos cortes orçamentários e de divergências nas relações público e privado estabelecida com êxito na gestão do governo Lula, com os ministros Gilberto Gil e Juca Ferreira.

 Dentre as resoluções do Encontro, Zhumar de Nazaré, um dos articuladores do encontro e tuxaua da Amazônia, explicou que a criação do Coletivo Pró – PACA – Programa de Aceleração Cultural para Amazônia, constituída por representantes indicados pelas organizações culturais presentes no encontro junto com o  Ministério da Cultura, e de suma importância e que outras organizações e parceiros interessados, também devem ser inseridos no processo.

 Já para Nilton Silva, representante do Pará na Comissão Nacional de Pontos de Cultura, ressaltou que o compromisso feito pelo MinC/SCDC de solicitar aditamento de prorrogação de prazo para o conveniamento dos Pontões do Edital 2009 a fim de ganhar tempo para articular o volume de recurso orçamentário necessário ao atendimento da demanda dos projetos aprovados, observando que o prazo de conveniamento se encerra em setembro/2011.

 Para Catarina, do Ponto de Cultura – Bruxa Tá Solta (RR), e representante do Pontão Ação Griô na Amazônia, destaca que a reunião em Brasília no próximo dia 19 de agosto, que será realizada pelo Ministério da Cultura, em decorrência da carta da Comissão Nacional dos Pontos de Cultura, CNPdC, enviada à  Secretária da Cidadania Cultural Marta Porto, em 27 de maio de 2011, com indicação de  nomes que comporão uma Comissão de Discussão dos Pontões de Cultura, é fundamental para dar continuidade ao diálogo sobre o conveniamento dos projetos.  

 A maioria dos participantes do encontro são Tuxáuas reconhecidos pelo Ministerio da Cultura por meio do edital de Premio Tuxáua 2009 e 2010. O termo Tuxáua, remete em alguamas etnias indigenas à figura de articulador e mobilizador.

Texto:

Relato da Reunião Pontões de Cultura

Adaptação: Deíze Botelho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: