Publicado por: gammaraba | junho 29, 2010

Teatro com Bonecos em Marabá

 

Estimular o teatro no interior do estado, a partir de uma visão mais contemporânea, é o que vem realizando o grupo teatral com bonecos de Belém “In Bust”, que durante o mês de Maio em parceria com o Galpão de Artes e Casa da Cultura, realizaram  em Marabá dias 08 e 09, projeção audiovisual, workshop e espetáculo no Cine Marrocos, para o público marabaense.

As atividades foram desenvolvidas através do projeto “Circula Catolé” que foi contemplado pelo Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz, e que tem como objetivo levar as cidades de Rondon, Marabá, Abaetetuba e Cametá, o espetáculo “Catolé e Caraminguás”, além de seguir uma prática de todas as circulações do grupo, que é a exibição de episódios do programa infantil Catalendas, produzido pelo grupo, há dez anos, em parceria com a TV Cultura do Pará.

Worshop

O jogo como processo criativo, este foi o tema do workshop realizado pela companhia de teatro “in bust”, que reuniu na Casa da Cultura, artistas, arte-educadores e profissionais em geral, que através de uma metodologia bem criativa e animada, proporcionaram atividades lúdicas, como ferramenta de expressão corporal.

Segundo Jairon Barbosa que participou do workshop, as atividades realizadas durante o encontro irá ajudá-lo no desenvolvimento de suas atividades, contribuindo assim na sua formação.

 O espetáculo

Montado através do Edital Prêmio Cláudio Barradas – Fomento às Artes Cênicas “Catolé e Caraminguás” estreou em maio do ano passado. É o 13° espetáculo do grupo, que há 13 anos vem desenvolvendo a pesquisa e o teatro de formas animadas.

 No espetáculo contracenam os atores Cristina Costa (Raimunda), Mariléia Aguiar (Manoela), Charles Wesley (Koshiro) e Michel Amorim (Zulu), além de Aníbal (Saul). A pintura de panada é de Maurício Franco e a trilha sonora é de Fabrício Cavalcante.

Para o jogo entre os atores e a improvisação premeditada, foram escolhidos bonecos do tipo fantoches, originários das trupes européias dos séculos XVII e XVIII e populares nas brincadeiras de mamulengo do nordeste do Brasil.

De acordo com Paula Matos, que esteve presente no espetáculo, a mesma ficou maravilhada com apresentação, “nunca pensei que o teatro com bonecos fosse tão interessante em assistir”.

Já para Marcos Silva, que levou seus filhos Pedro e Raquel, “é impressionante como as crianças ficam fascinadas por este tipo de espetáculo, e como se elas realmente acreditassem que os bonecos estão vivos”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: