Publicado por: gammaraba | março 8, 2010

Teia da Cultura Amazônica 2010

Durante quatro dias, de 04 á 07 de março, o correio do tocantins participou na última semana em Belém no Parque dos Igarapés, do maior evento cultural da região norte, intitulado Teia Amazônica de Cultura.

O encontro que foi realizado pelo governo do estado do Pará, Ministério da Cultura, e em parceria com os pontos de cultura da Amazônia reuniu centenas de participantes, que representam pontos e pontões de cultura dos estados do Pará, Amapá, Roraima, Rondônia, Acre e Amazonas.

Como é característico da nossa região, os participantes da Teia percorreram inúmeros caminhos, muitos chegaram ao encontro de barco, navio, ônibus e avião, em deslocamentos que duraram dez horas em média, retratando muito bem a dificuldade de se locomover e da realização de eventos desse porte.

Os representantes das entidades culturais, que participaram do evento, se deslocaram de aldeias, comunidades quilombolas, vilas e cidades dos interiores amazônicos e das capitais, levando consigo a bagagem de suas culturas, a esperança e a coragem de através da cultura, realizar uma revolução silenciosa no Brasil.

Segundo Célio Turino, secretário nacional de cidadania cultural, que esteve presente no evento, a integração das maiores entidades culturais não governamentais da região amazônica, em torno de um único objetivo, que é a valorização da cultura regional, é fundamental para a melhoria de qualidade de vida de toda sociedade não só amazonida mais também brasileira.

Célio ainda ressaltou que os pontos e pontões de cultura, fazem parte de uma das ações prioritárias do programa cultura viva, que através de editais públicos, selecionam iniciativas desenvolvidas pela sociedade civil, para firmarem convênio com o Ministério da Cultura (MinC), que repassa recurso paras as entidades ficarem responsáveis por articular e impulsionar as ações culturais em seu município.

Propostas

Durante o encontro, que envolveu inúmeros debates sobre as políticas públicas culturais a serem desenvolvidas na região, os temas que mais se destacaram foram às propostas do projeto de lei do programa cultura viva, que irá ampliar os números de pontos de cultura em todo país, bem como a mobilização pela aprovação da PEC 150, que vincula para a cultura o investimento obrigatório de 2% do orçamento da união, 1,5% dos estados e 1% dos municípios.

Outra proposta que foi aprovada por unanimidade por todos os delegados da teia, e que há anos vem sendo discutido pelas entidades é o “custo amazônico”, que trata do aumento do recurso para as entidades culturais da região, haja vista que a mesma possui características únicas no país, e que o valor repassado pelo ministério, acaba sendo insuficiente devido as suas dimensões e infra-estrutura deficiente.

De acordo com Nilton Silva, representante estadual dos pontos de cultura do Pará, todas as propostas discutidas e encaminhadas durante o evento, serão levadas para a Teia Brasil 2010 – tambores digitais, que ira reunir em Fortaleza no período de 25 a 31 de março, os mais de dois mil pontos de cultura do Brasil.

Mostra artística

Cordãos de pássaros, grupos pará-folclóricos, artistas, cantores, produtores audiovisual, dentre outros, construíram durante quatro dias, uma rica teia artística, que mostrou a pluralidade e a diversidade da cultura regional amazônica, colocando em cena, mais de 300 participantes, que empolgaram os o público presente no evento.

 Dentre as principais atrações artísticas que se destacaram esta o grupo folclórico “cruzeirinho” da ilha do Marajó, que através de muita dança, e boa música regada através do carimbo, levantou o público presente, que ficaram impressionados com a beleza das coreografias e indumentárias.

Segundo Alex Silva, do ponto de cultura cultvida, do município de Floresta do Araguaia, “ A nossa região amazônica e considerado por muitos como uma das mais ricas em manifestações artísticas e culturais do pais, que pode ser comprovado durante as belíssimas apresentações artísticas dos grupos culturais durante o evento”.

Durante o evento, também aconteceu mostra de audiovisual, que reuniu a produção cinematográfica produzida pelos pontos de cultura da região, e que retrataram a riqueza das festas, costumes e tradições da Amazônia.

Ederson Oliveira/ASCOM

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: