Publicado por: gammaraba | novembro 4, 2009

Cultura Digital

Jovens no worhshop de cultura digital

Jovens no worhshop de cultura digital

Preocupado em difundir o acesso e oferecer cursos de inclusão digital gratuitos em nossa região, o Galpão de Artes de Marabá – GAM/Ponto de Cultura, realizou em parceria com o Pontao de Cultura Digital do Tapajós durante o fim de semana em sua sede em Marabá, oficinas de conhecimentos livres nas áreas de edição de áudio e vídeo, Metareciclagem, Instalação de softwares livres e editoração eletrônica, que tiveram como publico alvo colaboradores dos pontos de cultura da região, bem como os monitores dos Infocentros Navega Pará e jovens da comunidade.  

As oficinas foram ministradas por instrutores do Projeto Poraqué de Santarém, que através do projeto Pontao de cultura que vem sendo desenvolvido desde 2008, tem como objetivo promover a cultura digital associada a cultura popular amazônica, com suas riquezas e peculiaridades, contribuindo para promover uma nova visão de desenvolvimento para a Amazônia, baseada na apropriação das novas tecnologias digitais e do Software livre.  

participantes do curso no gam

Participantes do curso no GAM

Durante os três dias de evento no Infocentro do GAM, os participantes acompanharem de perto as novas tendências tecnológicas na área da cultura digital que são baseadas no software livre, como os cursos de edição de áudio e vídeo, que através de vídeos experimentais realizados durante as oficinas, colocaram na pratica o que foi aprendido durante o workshop de cultura digital. Outro curso que chamou bastante atenção foi o de Metareciclagem, onde os participantes da oficina, orientados pelos instrutores, recondicionaram computadores que já estavam parados para funcionar, podendo assim serem utilizados em qualquer tarefa.

De acordo com Antonio Botelho diretor do GAM, a realização da oficina e conseqüentemente a capacitação dos participantes do curso, só foi possível devido a parceria que o GAM firmou com o Projeto Poraquê de Santarém, que hoje e referencia nacional com a cultura digital. Botelho ainda ressaltou, que os concluintes das oficinas serão multiplicadores dos softwares livres em nossa região, formando assim mão obra de obra qualificada que será utilizada em inúmeros projetos e ações que o GAM desenvolve na área digital. 

 Éderson Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: